domingo, 13 de maio de 2012

138. Noventa por cento



Sapatos I

Mais de  noventa por cento dos dias do ano, uso ténis. É uma vingança. Anos e anos seguidos usei sapatos, muito mais de noventa por cento dos dias. E de atacadores. Mas tenho de confessar que os sapatos são mais higiénicos. E não tem nada que ver com a qualidade dos ténis que uso, pois aqui o Constantino é rapazinho para calçar Adidas, Nike, Sketchers, New Balance e outras mariquices. Mas o cheiro dos pézinhos quando saem dos ténis não tem nada a ver com o que sai de um belo par de sapatos de couro genuíno, fabricado em S. João da Madeira. Acho que vou ter mais cuidado a escolher as meias.


Televisão I

Cá em casa há sete aparelhos, sete, agora parecia o anúncio aos toiros de uma ganadaria situada algures no Alto Alentejo, aparelhos de televisão. Quatro deles recebem emissão digital de um operador de cabo e as outras três é direto do coax. Destas três, duas estão avariadas. As digitais são também emissões HD. Com ou sem digital, com ou sem HD noventa por cento das vezes que os televisores estão ligados sintonizam o canal Panda. O neto merece tudo, digam cá se é ou não é verdade senhores avôs que me leem?


Tiques

Devo ter mais, mas este é aquele que até eu reparo. Dobro o dedo indicador da mão esquerda e aperto a narina esquerda. Ato contínuo aperto com o mesmo dedo a narina direita. Em ambos os casos aperto as narinas contra a cana do nariz. Mais de noventa por cento das vezes, passo depois o dedo por debaixo do mesmo nariz, quer dizer, do nariz, pois só tenho esse. Este gesto que é feito todo de seguida não é para limpar o nariz. Acho que não se limpa o nariz assim. Mas quando me apanharem a fazê-lo dêem-me um toque. Pode ser com o cotovelo ou só com um olhar. Pode ser que eu, aos poucos, perca o tique.

Sapatos 2

As solas dos sapatos devem ter mais bactérias do que os ares condicionados dos nossos hospitais. Andam pelo chão, pisam tudo, lixo, beatas de cigarro, pastilhas elásticas, o que é, rigorosamente, uma porcaria, cocó de cães, o que é, rigorosamente, uma grande porcaria e até... não digo, porque é, rigorosamente, um grandessíssima porcaria. Não é por acaso que me descalço à porta de casa, antes de entrar e só me volto a calçar para ir à rua. Isto, eu faço quase 100 por cento das vezes e também já o considero um tique. Só é pena que as minhas visitas não tenham o mesmo tique. Se calhar é porque elas não pisam cocó de cão.
 ♣

Leite

Esta nem a minha mulher sabe. Eu tenho um tique tetrapak. Depois de abrir um pacote de leite só gosto do primeiro copo. Se cada copo de leite não me acabasse por ficar mais caro do que uma água sem gás num café qualquer e sem fatura (a propósito, hoje paguei 75 cêntimos por uma garrafa de 33cl, que no supermercado custa menos de 10, leram bem, dez), só bebia o primeiro. Dá-me tanta raiva não ser rico, mas mais raiva me dá ser um incorrigível militante anti desperdício.

Sapatos 3

Os sapatos que mais gosto têm os cordões pequenos de mais. Os ténis que mais gosto têm os cordões compridos demais.




Tive um colega de trabalho que passava mais de noventa por cento do dia a sacudir o pó do casaco, da gravata, da camisa, das calças, da gravata, do casaco, da camisa, das calças, das calças, da gravata, do casaco, da camisa, do casaco, das calças, da camisa, da gravata. Eu sempre pensei que dobrar o dedo indicador esquerdo e apertar a narina esquerda, a narina direita e passar o dedo dobrado por debaixo do nariz era um tique.


Sapatos III

Será que os meus amigos não pisam cocó de cão?


Resulta

"Compraste pão?"
"Não, amor. Esqueci-me".
"Importas-te de ir comprar?"
"Ooohhh amor, já estou descalço"
"Então deixa. Eu vou lá".

Noventa por cento das vezes, resulta.


Televisão II

Desculpem acabar assim abruptamente o post mas tenho de ir ver as histórias do rei Babar.


20 comentários:

  1. Ahahah!
    Muito elucidativo dos gostos, tiques e como evitar fazer um recadinho.
    : )

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro as histórias do rei Babar...Desconfio que a desculpa para ir ao pão vai deixar de resultar...e sim, os seus amigos também pisam cocó de cão acontece-nos a todos, só que ninguém gosta de assumir...*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ver, vamos ver... Descalço não sei ir :)

      Eliminar
  3. Cheira-me a...esturro!
    Acho que entre sapatos, ténis, televisores, tiques e cordões curtos e compridos...noventa por cento disto tudo aqui tão bem apresentado e em letra que até dá gosto ler, devidamente separados os itens, pelo símbolo do naipe de paus das cartas de jogar a sueca, dizia eu, noventa por cento, é pura invenção do autor-narrador, que hoje resolveu dar folga à saga Ismaelina.
    Os restantes dez por cento são a referência ao netinho, que sim senhor, merece tudo e é lindo como o Sol.

    A foto do sr. a limpar o rabiosque do canito, já eu a conhecia do PreDatado e foi tirada algures num país civilizado, que não o nosso, quiçá na Holanda. Berdade?

    E agora, não leves a mal, mas vou dormir!
    Amanhã é dia de trabalho.

    Beijocas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janita, acredita que é 100% verdade. Bom, não exatamente, porque não piso muitas vezes o cocó dos cães, mas lá que os passeios estão infestados dos ditos excrementos, lá isso estão.

      Beijocas, boa semana.

      Eliminar
  4. Hilariante...

    Manifesto uma preocupação
    Nossos netos vão estar padronizados
    também tenho o canal Panda por todos os lados!

    ResponderEliminar
  5. aqui em minha terra, começaram a campanha para o dono recolher o cocô do cachorro em sacos plásticos. Então, pelo menos em são paulo, é raro encontrar cocô na rua. Agora encontram-se sacos plásticos cheios de co^cô de cachorro por toda parte....

    ( quanto aos tiques do nariz, tenho vários. Meu médico diz que é rinite. Não resolveu nenhum, mas eu tenho agora uma desculpa científica pra coçar o nariz, né??

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui colocaram postos com sacos de plástico para os cocós e as pessoas passam e tiram os sacos para outros fins. E passeio os cães (cachorros) pelas ruas cag... por tudo quanto é lugar. E uma outra coisa, também existem muitos cães sem dono e uma parte substancial deles abandonados por donos sem escrúpulos. Nós não somos assim tão 1º mundo como no Brasil se pensa...

      Eliminar
  6. Olá, Vitor!

    Autêntica história de vida, esta; com muitas percentagens à mistura, contada de forma bem divertida. E quanto a manias, cada "maluco" tem as suas, lá diz o ditado...

    Abraço; boa semana
    Vitor

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Vitor Chuva, cada um de nós tem a sua pancada.

      Um abraço.

      Eliminar
  7. Sapatos - como odeio e nunca usei de salto alto, mas enquanto trabalhei caaaaaaaaaa remédio e nunca de couro cujo cheiro é insuportável, assim como o das carteiras...
    Hoje uso apenas ténis, mas 90% ando descalça, vá onde vá...descalço:):):)
    Os ténis não são culpados, mas sim as meias e vê lá se compras 100% algodão e verás o resultado...olha vai ao chinês que têm:)

    Televisão - Eu tenho duas (uma na sala e outra no meu quarto) e quando cá estão só ligo o Panda - na sala, após a refeição na cozinha e não mais que meia-hora, porque prefiro/preferem histórias (ai como me deram jeito algumas tuas), colagens etc.
    Elas só têm os 4 canais e como é triste a RTP2 uma televisão paga por todos nós apresentar o ZIG-Zag que é uma autêntica aberração!

    Tiques - Não tenho nenhum e ok se te vir dou-te antes um sopapo:)

    Sapatos 2 - Tu não me fales em merda de cão, caraças que épor demais. Havia aqui um tipo que era passeado por uma bizarma de um cão e as poias autêntico castelos e quase sempre à porta da entra do meu prédio. Chamaram-no tantas vezes à atenção e fazia ouvidos de mercador. Consegui saber onde o gajo morava vi, pois no começo da rua, apanhei a poia com um saco de plástico e enfiei-lhe na caixa do correio. Acreditas que nunca mais passou por aqui e já o vi a apanhar a merda (desculpa)!

    Leite - arranja um copo bem maior lolll

    Sapatos 3 - troca hehehehehehehehehe

    Pó - ou seria antes caspa? isso sim, é um tique mais grave!

    Resulta- até ao dia em que ela ler isto:)

    Televisão II - vai lá tomar conta do gaiato e não te esqueças de lhe ir contando a história...até ao dia em que te disser: num é assimmmmm avô. Como é que ele te chama?

    Gostei deste post e aliviou o stressssiiiii do Ismael & Companhia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida, eu só uso meias de algodão há uns 50 anos :)

      Mas não cheiro a chulé eheheheeh, às vezes os ténis é que me pregam a partida :)

      Eliminar
  8. Abaixo os sapatos qualquer que seja a qualidade ou o feitio! Vivó pé descalço:-))))))))

    ResponderEliminar
  9. Ah... o rei Babar... ao ler este post fiquei com aquela sensação estranhamente agradável de quando nos recordamos de repente de algo que gostávamos muito e que não nos passava pela cabeça há tempos e tempos.

    ResponderEliminar
  10. Cada um tem suas manias e seus tiques, eu gostei de saber os seus e fiquei com uma certa inveja por não ter ninguém que vá à rua por mim, porque já estou descalça e de não haver uma criança que se sente ao meu colo a ver o canal Panda.
    Quanto aos cocós dos animaizinhos, felizmente estou numa zona semi-campestre, mesmo sendo numa cidade, onde não corro esses riscos.
    Sapatos? Ai saudades da minha infância em que passava a maior parte do tempo descalça apesar de ser constantemente admoestada, talvez por isso , hoje tenho pés de betão:)))
    Não trpece nos atacadores Constantino-;)

    ResponderEliminar